CampanhaFundos202206

IBAN PT50003502020003702663054   NIB 003502020003702663054

26 de Maio de 2024

Nota à Imprensa

PCTP/MRPP informa a sua posição sobre o Serviço Militar Obrigatório no momento presente

Lisboa, 29/04/2024

O Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP) considera, e sempre considerou, que a defesa do país compete a todos os cidadãos e não a um grupo de mercenários mesmo que este se designe por Forças Armadas Portuguesas pelo que propugna a prestação, por todos os cidadãos, de Serviço Militar durante um dado período de tempo a definir que lhes permita aprender as perícias militares para, em caso de ataque ao nosso país ou o seu bem-estar se torne impossível, se mobilizem rapidamente para, consoante o caso, repelir esse ataque ou instaurar o bem-estar popular.

Sobre o mesmo tema, o PCTP/MRPP reafirma hoje o que o camarada Arnaldo Matos referia já em 2016:

As Forças Armadas, de portuguesas, só têm o nome. As Forças Armadas ditas portuguesas são hoje um grupo de mercenários, lacaios do imperialismo americano, francês e alemão.

Todas estas tropas mercenárias deviam recolher a Penates, para serem imediatamente desmobilizadas.

Os portugueses não podem nem têm de pagar tropas para defender os interesses do imperialismo, precisamente aquele mesmo imperialismo que também explora o nosso povo em Portugal, nas fábricas que já não são nossas, mas francesas, inglesas, suecas e alemãs, nos bancos que são espanhóis, nos mares que já só falam castelhano.

Ler mais 

Estado em Degradação Política Reprime Violentamente Manifestações Pacíficas de Apoio à Palestina

À volta de 100 estudantes ocuparam durante cerca de uma semana as instalações do departamento de Ciências e Computadores da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, em favor da causa palestiniana. Eles exigem o fim das relações da UP com o Estado de Israel, face ao genocídio de Gaza. Por isso, entoaram palavras de ordem como "Solidariedade Proletária por uma Palestina Livre", "Israel não é uma democracia, Israel é um país terrorista" e "A Revolução começa aqui". Cânticos revolucionários, portanto.

Ler mais


O fascista ventura Afinal É Tão ou Mais Corrupto Que os Outros

André ventura, o nazizinho, campeão da honestidade e da luta contra a corrupção, ao fim de contas, é, comprovadamente, corrupto.

Em 2014, o bom do ventura assinou um parecer, enquanto inspector da Autoridade Tributária, que contribuiu para isentar uma empresa de Lalanda e Castro, ex-patrão de José Sócrates, do pagamento de 1,8 milhões de euros de IVA. Este caso foi investigado no âmbito do processo dos "Vistos Gold", por suspeitas de favorecimento de Lalanda e Castro, que também está referenciado na Operação Marquês e é acusado de corrupção no processo Máfia do Sangue. O andré ventura que serviu de peão na manobra de evasão fiscal de Lalanda e Castro é o mesmo histérico ventura que demoniza todos os beneficiários do RSI, incluindo crianças.

Ler mais

Manifestação Contra o Encerramento Nocturno da Urgência Pediátrica do CH Tondela - Viseu/ULS Viseu Dão - 1 de Junho

Para os partidos da burguesia, nada como campanhas eleitorais, oficiais ou não, para em palavras tudo resolver, mas chegados ao poder, o caso fia mais fino…

Num país que chora a baixa natalidade, a “solução” dos governos burgueses (o anterior e o presente) para o problema é encerrar maternidades e urgências pediátricas, primeiro aos fins-de-semana à noite, depois toda a semana à noite e depois, dia sim dia não, etc..

A propósito de mais um caso, o encerramento nocturno do serviço de Urgência Pediátrica do Centro Hospitalar Tondela - Viseu / Unidade Local de Saúde Viseu Dão Lafões, recebemos de uma cidadã mobilizada para a luta a Carta Aberta que abaixo publicamos na íntegra

Carta Aberta

O serviço de Urgência Pediátrica do Centro Hospitalar Tondela - Viseu / Unidade Local de Saúde Viseu Dão Lafões começou a encerrar, de sexta a segunda-feira, durante o período noturno, em março.

Ler mais

PAÍS

Costa Continua a Afundar Lisboa

2014-1013-lisboa01Ainda os lisboetas não tinham recuperado dos efeitos das inundações do passado dia 22 de Setembro, provocados pela incúria e negligência da câmara de Costa, e eis que são de novo vítimas da enxurrada de ontem.

Da primeira vez, os amigos de Costa – que, nessa altura, se achava em campanha eleitoral para as absurdas e ilegais primárias do PS – vieram em socorro do presidente da câmara, para que este não fosse prejudicado nessa campanha, alegando que tudo fora devido à intensidade da chuva, às marés e não ter sido prevenido com antecedência pelo Instituto do Mar e da Atmosfera...

Mas, desta feita, nada disso se verificou: Costa, já triunfador como candidato a primeiro-ministro – cargo para o qual verdadeiramente não existem eleições – foi avisado a tempo, a maior intensidade de chuva não coincidiu com a praia mar e os valores da precipitação foram inferiores aos verificados nas inundações de Setembro.

Apesar disso, as consequências ainda foram piores e mais graves: um ferido, túneis encerrados, ruas intransitáveis, artérias varridas por caudais e lama.

Enquanto só Costa e os seus apaniguados acham que isto é uma fatalidade e se deve a condições anormais e inultrapassáveis, os mais conceituados meteorologistas são unânimes em considerar que se está perante níveis de pluviosidade normais ou expectáveis para esta altura do ano, e reputados especialistas em urbanismo atribuem o que ocorreu em Lisboa a problemas de impermeabilização e de aplicação de um plano de drenagem e limpeza de sarjetas.

Ou seja, Costa continua a ensaiar em Lisboa - para justificar a miséria da sua governação na capital - os mesmos argumentos que amanhã utilizará para explicar a continuação da política da actual coligação fascista PSD/CDS, nessa altura, caso ganhe as eleições, substituída pela já em preparação aliança com o PSD...




Leia também:
O Costa do Futuro - Lisboa Inundada, País Submerso 


Partilhar

Comentários   

 
# Carlos Correia 14-10-2014 16:12
O Costa deve mudar de funções na Câmara de Lisboa e ir varrer as ruas, e deixar a resolução deste problema para quem realmente quer servir os lisboetas.

Carlos Correia
 
 
# Carlos Pais 14-10-2014 22:52
Pois é , o Costa diz que não há solução para cheias em Lisboa . E eu serei estúpido quando ouço declarações desta natureza?

O Costa já foi Ministro da Justiça (antes da desgraça de Entre-os-Rios) e depois disso Ministro da Administração Interna(será que não aprendeu nada?).

Nos conselhos de ministros alguma medida que ele se tivesse esquecido sobre a Justiça , poderia ter dado essas dicas aos seus colegas Albertos , e mesmo quando já era presidente da câmara de Lisboa , alguma coisa que ele se tivesse esquecido poderia ter telefonado ao Sócrates , ou será que o Vara tinha a exclusividade de conversas telefónicas com Sócrates , não me parece . Mas ele actualmente ainda é o Presidente da câmara de Lisboa...

Votar no Costa é virar o disco e tocar o mesmo, a música é a mesma mas o que muda são as letras .
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Actualizar

Está em... Home País LOCAL Costa Continua a Afundar Lisboa