INTERNACIONAL

Na Turquia como em Portugal o Povo Vencerá!

turquia 2013 01Prosseguem por toda a Turquia as manifestações de protesto, não parecendo que o povo turco esteja disposto a dar tréguas ao governo fascista de Erdogan. Conforme se pode ler no comunicado que o WORKER’S PARTY (TURKEY) – Partido dos Trabalhadores da Turquia – fez chegar à nossa redacção:

Esta noite a Turquia testemunhou, uma vez mais, protestos anti-governamentais. Comícios públicos e protestos tiveram lugar em todas as grandes cidades da Turquia, destacando-se as ocorridas em Ancara e Izmir.

Em Istambul, o ataque da polícia e a resistência dos manifestantes continua no preciso momento em que escrevemos este comunicado. 45 manifestantes em Istambul e 70 em Ancara, foram detidos hoje.

Duas Confederações de Sindicatos, a DISK (Confederação dos Sindicatos Progressistas da Turquia) e a KESK (Confederação dos Sindicatos do Sector Público), com cerca de 800 mil associados no total, e as Ordens Profissionais TMMOB (União das Associações dos Engenheiros e Arquitectos Turcos) e TTB (Ordem dos Médicos Turca) declararam que farão amanhã, dia 17 de Junho, um dia de greve. As Confederações colocaram na sua agenda a realização de uma Greve Geral e anunciaram, ainda, que prosseguirão as suas manifestações de protesto em Istambul”.

Também na Turquia, como acontece em Portugal, o regime fascista de Erdogan lança mão, quer das forças repressivas, quer de grupos de provocadores e polícias infiltrados para reprimir barbaramente os trabalhadores e o povo turcos, chegando alguns desses grupos a serem vistos por detrás das barricadas da polícia, agitando bandeiras do partido do governo – o AKP – e exibindo bastões, tendo sido atribuído a um desses grupos, com cerca de 150 elementos, os ataques à sede provincial do CHP, um partido da oposição e a vários manifestantes.

Na Turquia, como em Portugal, os governos fascistas e terroristas serão derrubados e O POVO VENCERÁ!


Partilhar

Adicionar comentário


Código de segurança
Actualizar

Está em... Home Internacional Na Turquia como em Portugal o Povo Vencerá!