CORRESPONDÊNCIAS

POVO DE RATES E LAÚNDOS NA PÓVOA DE VARZIM EM LUTA CONTRA A POLUIÇÃO

POVO DE RATES E LAÚNDOS NA PÓVOA DE VARZIM
EM LUTA CONTRA A POLUIÇÃO

O povo das freguesias de Rates e Laúndos na Póvoa de Varzim tem-se manifestado veementemente e de forma constante junto ao aterro sanitário da Resulima − Unidade de Confinamento, Preparação e Tratamento de Resíduos Urbanos (UCPT) −, em Paradela, freguesia do concelho de Barcelos, queixando-se do cheiro insuportável, que obriga a manter as janelas das casas fechadas. A Resulima há muito que não cumpre minimamente com as regras de saúde pública no aterro do qual é responsável. “Pretendemos o encerramento das instalações”, declararam vários manifestantes.

É visível também, na situação, o aproveitamento político da situação por parte da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, presidida pelo caudilho Aires Pereira (PSD), que agora finge estar ao lado das populações quando até agora se manteve quieto e mudo, bem como a total inércia da autarquia de Barcelos. Por outro lado, a empresa Resulima revela-se uma entidade dirigida por cães desumanos que não respeitam as condições de vida do povo e que, juntamente com as referidas autarquias, fazem parte da gigantesca teia capitalista que continua a desrespeitar totalmente o ambiente e a vida humana, o que se pode traduzir no caos final e na morte. Urge derrubá-los, bem como aos governos mercantis acima deles. Em nome da vida.

APR                               
(correspondente na Póvoa de Varzim)

pctpmrpp

Partilhar
Está em... Home Correspondências POVO DE RATES E LAÚNDOS NA PÓVOA DE VARZIM EM LUTA CONTRA A POLUIÇÃO