Partido

II Congresso Extraordinário
no 1º de Maio de 2022

O MRPP formou-se em 1970 para dar voz ao povo português, amordaçado pela política fascista, retrógrada, reaccionária, opressiva, ditatorial, policial, persecutória, a-científica e anti-científica, do autodenominado Estado Novo, e atacou à cabeça o revisionismo, principal agente da burguesia no seio da classe operária, procedendo, desde quase logo à sua nascença, três meses depois de formar-se, em Dezembro do mesmo ano, a um balanço da direcção política do partido que se reclama da classe operária e do comunismo, o PCP, formado em 1921 e em 1970 já com uma longa marcha de embuste e equívocas assunções, de falsidade e fragilidade ideológicas, de empirismo, de oportunismo, de golpismo, de prepotência, de insídia e traição contra-revolucionárias.

Publicado no BANDEIRA VERMELHA nº 1 em Dezembro de 1970 e com uma nova edição em Fevereiro de 2020, “REORGANIZAR O PARTIDO REVOLUCIONÁRIO DO PROLETARIADO – Necessidade histórica e tarefa central dos comunistas portugueses”, continua a ser de uma premente actualidade para os operários e comunistas portugueses, pois, mais uma vez, a Classe Operária e o Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP) estão confrontados com as sereias revisionistas a desarmarem as massas trabalhadoras para o campo ficar aberto à avassaladora progressão do capital no nosso país, manipulando, cercando, excluindo e controlando economicamente o povo português a uma dimensão nunca antes alcançada – significado de que também a revolução avança, que a luta de classes se clarifica e que urge preparar o Partido da Classe Operária para a vitória dos trabalhadores na crise que se agiganta.

Só os trabalhadores podem vencer a crise!

Viva o II Congresso Extraordinário!

Viva o Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP)!

18 de Setembro de 2021

O Comité Central

pctpmrpp

Partilhar
Está em... Home PARTIDO II Congresso Extraordinário