PAÍS

O Orçamento do Estado para 2022:
um Orçamento a Favor da Guerra!

O capital migra para onde progride.

Espoliação e concentração é origem e resultado da progressão do capital.

Espoliação internacional das massas trabalhadoras, pois o capital galga todas as fronteiras. E espoliação imperialista, pois a concentração também tem nacionalidade.

Assim, corresponde à progressão do capital acrescida proletarização das populações, independentemente da sua etnia, cultura ou nação, assim como, e em simultâneo, exacerbação nacionalista nas potências imperiais.

 Os EUA andaram anos a atear o nacionalismo ucraniano para terem agora uma Ucrânia aniquilada, uma União Europeia de gatas, uma Rússia atada numa invasão catastrófica e os corredores do mundo mais livres enfim para os EUA atenderem na frente do Pacífico ao expansionismo da China.

No Orçamento do Estado para 2022, o governo do PS, acolitado sem qualquer excepção por todos os demais partidos da Assembleia da República, sejam eles oposição ou não, não tem outra estratégia senão a da devassa completa da economia dos trabalhadores portugueses; a do controlo económico do país por força dos ruinosos acordos assinados à revelia do povo português; a da coerciva venda dos bens nacionais tanto públicos como privados pelas Imobiliárias a pulular como cogumelos de uma ponta à outra de Portugal; a da permissão da ocupação militar do território pela NATO e EUA e do envolvimento nas frentes de guerra de agressão imperialista como a dos Balcãs – ex-Jugoslávia – em 1991/2001, a invasão do Iraque em 2003 pelos EUA e Inglaterra, a guerra no Afeganistão, na Síria, na Líbia – entre outras – e agora a guerra em não menos dramática ocorrência na Ucrânia.

Na síntese para português ver apresentada pelo governo à comunicação social e aos portugueses interessados em informar-se sobre o OE 2022, nem uma palavra para a indústria!

O ódio à classe operária é visceral nesta pequena burguesia que acedeu ao poder em Portugal após o golpe militar a 25 de Abril de 1974 e que se mantém impune como bicha de sete cabeças à espera da coragem para lhas cortar cerce libertando quem trabalha da agressão e do equívoco do capital.

Um país a soldo por obra e desgraça dessa pequena burguesia, arrivista, oportunista, venal, emproada, inculta, boçal.

Um povo na voragem do logro programado que só a luta das massas trabalhadoras pode libertar!

O Orçamento do Estado não é pois outra coisa senão a consagração de uma repartição entre os diversos sectores da burguesia da mais-valia resultante da exploração da força de trabalho. É o instrumento político que determina o nível da taxa de exploração da força de trabalho a vigorar no país por um ano, quer pela determinação dos cortes no salário indirecto que os proletários deixarão de receber em serviços de saúde, etc., quer pela política de impostos que irão pagar, quer ainda pela política salarial do Estado que determinará em grande medida os níveis salariais no país.

Levantemo-nos contra a fome e a miséria!

À proletarização oponhamos a emancipação dos proletários!

Às condições de morte oponhamos condições de vida!

Guerra do povo à guerra imperialista!

31Mai2022

Pedro Pacheco

pctpmrpp

Partilhar
Está em... Home País POLÍTICA GERAL O Orçamento do Estado para 2022: um Orçamento a Favor da Guerra!