PAÍS

Estaleiros Navais de Viana do Castelo - Um golpe de traição e corrupção que terá de merecer uma resposta firme por parte dos trabalhadores!

2013-03-26-envc 01A decisão do ministro da defesa do governo de traição nacional Aguiar Branco, relativamente aos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), o qual, como se sabe, entregou directamente por tuta e meia a respectiva exploração a uma empresa privada (a Martifer), assegurando previamente o despedimento de todos os trabalhadores, não pode deixar desde logo de configurar um claro caso de corrupção.

Na verdade, quando um ministro e um governo que assume pública e descaradamente a concessão dos estaleiros, num sector estratégico da nossa economia, a um grupo privado com uma renda de pouco mais de 400 mil euros anuais, e sem quaisquer encargos laborais, propondo-se logo o estado gastar para o efeito 30 milhões de euros em indemnizações aos trabalhadores despedidos, o que é isto senão corrupção?

No mínimo, após as declarações de Aguiar Branco, o Ministério Público devia ter constituído imediatamente o ministro de Coelho/Portas como arguido, suspenso o contrato manifestamente ruinoso para o estado e danoso para o interesse público e prosseguido com toda a celeridade o processo crime com vista a deitar a mão aos corruptos, levá-los a tribunal e condená-los.

Não o fazendo, será o próprio Ministério Público a integrar essa teia de corrupção, cedendo aos interesses que estão por detrás destas negociatas.

Esta decisão do governo de traição nacional Coelho/Portas em relação aos ENVC é de uma enorme gravidade, e deve merecer por isso uma firme resposta, não apenas da parte das centenas de trabalhadores destes estaleiros, confrontados com a concretização de uma ameaça de despedimento de há muito prevista, mas cobardemente escondida, como também do conjunto do movimento operário.

Os trabalhadores dos estaleiros não podem deixa de ir até ao limite nesta luta para fazer gorar a privatização da empresa, sabendo que contarão com a estreita solidariedade dos seus irmãos de classe.

Uma coisa tem de ser definitivamente assumida e colocada sem ambiguidades: de nada vale negociar com patifes e corruptos que só se preocupam em levar até às últimas consequências e sem quaisquer rebuços a venda do país e alimentam um completo desprezo e ódio de classe aos trabalhadores e aos democratas e patriotas. Só varrendo com este governo de traidores e unindo todas as forças para a formação de um governo democrático e patriótico é possível parar a tempo esta ofensiva da contra-revolução.

Todos à manifestação de 13 de Dezembro. Derrubemos o governo vende-pátrias, por um governo democrático patriótico!

Partilhar

Adicionar comentário


Código de segurança
Actualizar

Está em... Home País MOVIMENTO OPERÁRIO E SINDICAL Estaleiros Navais de Viana do Castelo - Um golpe de traição e corrupção que terá de merecer uma resposta firme por parte dos trabalhadores!