PAÍS

Metropolitano de Lisboa em Greve

2012-09-27-greve metro lisboa 01Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa continuam no seu combate contra as medidas reaccionárias impostas pela administração da empresa Metro/Carris, que cumpre escrupulosamente as directrizes do governo vende-pátrias Passos/Portas.

Os trabalhadores que realizaram no dia 20 de Dezembro de 2012 o ultimo dia paralisação parcial, voltam novamente impor uma greve no dia 15/01/13, terça-feira, estando paralisados entre as 6 horas e as 10 horas os serviços operacionais, prevendo-se o começo da circulação por volta das 10h30. Mais uma vez a administração tentou provocatoriamente impor serviços mínimos, mas os trabalhadores obtiveram mais uma vez uma vitória no tribunal arbitral que decidiu não haver necessidade de cumprimento desses serviços ditos mínimos.

Entretanto os sindicatos entregaram outro pré-aviso de greve para o dia 22 de Janeiro, com paralisação no mesmo período do dia.

Os trabalhadores continuam a exigir na sua luta incansável que a empresa se mantenha como empresa pública, e contrariam a fusão com a Carris, contestando o corte nos salários e nos subsídios.

Esta luta demonstra que os trabalhadores neste sector não dispostos a baixar os braços, não aceitando como irreversíveis as medidas impostas por um governo que pretende concessionar a privados as empresas de transportes urbanos e despedir trabalhadores que não aceitem “voluntariamente” a rescisão dos seus contratos.

Mas esta luta mostra bem a necessidade de um levantamento geral dos trabalhadores de todos os sectores laborais do país para impor uma derrota clamorosa a este governo de traidores, ou seja, derrubá-lo sem apelo nem agravo, impondo em contrapartida um governo que defenda o trabalho contra o grande capital, um governo democrático patriótico.

O tempo urge, os trabalhadores vencerão.


Partilhar

Adicionar comentário


Código de segurança
Actualizar

Está em... Home País MOVIMENTO OPERÁRIO E SINDICAL Metropolitano de Lisboa em Greve