PAÍS

Inquilinos do Estado em luta contra o pior senhorio do país

No passado dia 27 de Abril, milhares de habitantes dos bairros sociais que em Guimarães estão sob a tutela do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) vieram para as ruas gritar bem alto que COM OS PRÉDIOS A RUIR E AS RENDAS A SUBIR, O GOVERNO TEM DE CAIR! Na passada quinta-feira, dia 23 de Maio, os seus representantes entregaram uma Petição no parlamento a exigir a revogação ou, no mínimo, a suspensão da chamada lei das rendas, vulgo lei dos despejos.

Um dos representantes da comissão de moradores dos bairros de Nossa Senhora da Conceição, Atouguia, Feijoeira, S. Gonçalo e Gondar, o nosso camarada António Teixeira disse à nossa reportagem que quase 5000 mil assinaturas (4.585) foram reunidas em pouco mais de três dias, demonstrando assim a vontade destes moradores em não aceitar o aumento obsceno que o IHRU pretende impôr, “não tendo em atenção as obras realizadas pelos moradores”. Rendas que chegam a representar um agravamento de 6000%!

A comissão de moradores foi recebida pelos grupos parlamentares, tendo a oportunidade de expôr as suas posições firmes, reafirmando que o "o objectivo é fazer com que a lei seja revogada" ou, "no mínimo suspensa" porque, disse, "não tem critérios justos, não protege as famílias mais numerosas e coloca em causa a sobrevivência de muitos moradores". Mais adiante foi referido que a lei "não tem, por exemplo, em conta o número de elementos do agregado familiar pelo que uma família de cinco pessoas que aufere 1200 euros paga a mesma renda que um agregado familiar de apenas uma pessoa" o que, apontou, "é injusto".

António Teixeira concluiu que os moradores não estão dispostos a baixar os braços e continuam mobilizados, porque “têm todo direito em verem suspenso o aumento iníquo das rendas, enquanto, no mínimo, o senhorio/Estado não tornar habitáveis as casas de que é proprietário.”

Como pudemos avaliar pelas palavras de ordem que foram gritadas ao longo da manifestação, tais como “Cristas escuta, os moradores estão em luta”, “não pagamos”, “está na hora do governo ir embora” e muitas outras, entre as quais “o povo vencerá!”, os moradores estão conscientes de que esta luta será dura e prolongada mas, contando com o apoio do povo de Guimarães e do resto do país, irão conseguir vencer esta batalha. Esta é uma luta que coloca no mesmo plano todos os moradores e inquilinos por este país fora que lutam contra esta lei terrorista dos despejos. Este combate só será conseguido plenamente com o derrube deste governo de traição nacional e a constituição, em sua substituição, de um governo ao serviço dos moradores e dos inquilinos, um governo democrático patriótico.


Guimarães - Moradores dos bairros do IHRU manifestam-se contra o aumento das rendas


Partilhar

Adicionar comentário


Código de segurança
Actualizar

Está em... Home País POLÍTICA GERAL Inquilinos do Estado em luta contra o pior senhorio do país