mobile porn porn video teen porn porn site XXX Porn Free porn videos Xnxx

INTERNACIONAL

CATALUNHA - Grande Vitória na Luta pela Independência

mapadacatalunhaCelebrou-se nesta quinta-feira, dia 11 de Setembro, o dia nacional da Catalunha – a Diada -, com manifestações populares em todo o território da Comunidade Catalã, exigindo a realização do referendo pela independência, já marcado para o próximo dia 9 de Novembro, apesar da oposição declarada do tribunal constitucional espanhol.

A Diada de 2014 ultrapassou tudo o que o movimento independentista poderia esperar. Em Barcelona, capital da Catalunha, dois milhões de pessoas (1 800 000, segundo a Guarda Urbana da cidade), vestidas com as cores vermelha e dourada da bandeira nacional, ocuparam totalmente, ao longo de onze quilómetros, o V formado pela confluência, à Praça das Glórias Catalãs, das duas maiores e mais amplas avenidas da cidade, a Grã Via e a Diagonal, exibindo assim para a fotografia aérea de todas as televisões de serviço a letra V humana, inicial de Vontade, Voto e Vitória.

Foi a maior manifestação popular de massas de toda a história da Europa.

O povo catalão escolheu, para assinalar o dia nacional da Catalunha, o 11 de Setembro, em memória da data de 11 de Setembro de 1714 – fez precisamente anteontem trezentos anos – em que Barcelona caiu diante das tropas do rei castelhano Filipe V, no decurso da guerra da sucessão.

Durante sessenta e oito anos (1640 a 1708) a luta armada do povo irmão da Catalunha esteve intimamente associada à luta armada do povo português pela restauração da independência perdida em 1580.

manifestacaocatalunha01

A Catalunha é, no quadro da actual constituição espanhola, uma comunidade autónoma, situada no nordeste da península ibérica, com uma população de 7,571 milhões de habitantes e um território de 32 000 km2 (um pouco menos de um terço da superfície de Portugal). A Catalunha é, porém, o coração industrial da Espanha: 25% do produto interno bruto industrial.

Na Diada desta última quinta-feira, os catalães gritaram em Barcelona, uma vez mais, a sua, para nós muito comovente, palavra- de-ordem “independentza, igual que Portugal”.

A Catalunha sustenta a Espanha.

Mais cedo ou mais tarde, a Catalunha será um país independente, igual que Portugal, apesar da pré-histórica cegueira política e ideológica do caquético e reaccionário capitalismo espanhol.

O actual movimento nacionalista e independentista catalão é constituído por uma aliança política de forças democráticas e patrióticas, onde exercem um papel de relevo o actual presidente do governo regional da Catalunha, Artur Mas, e a presidente da assembleia nacional catalã Carmo Forcadell.

Na última quinta-feira, às 17H14 em ponto, - hora exacta em que caíram as forças armadas catalãs em Barcelona, no dia 11 de Setembro de 1714 – Carmo Forcadell, uma das organizadoras da colossal manifestação, exigiu da tribuna a Artur Mas, diante daquele gigantesco V humano: “Presidente, saque las urnas a la calle!

A ideia de fazer o referendo na Catalunha no próximo dia 9 de Novembro – o 9 N -, enfrentando abertamente a proibição do tribunal constitucional de Espanha, não conta com o apoio incondicional e unânime de todos os soberanistas. Há, nomeadamente, algumas fissuras nesta estratégia entre o partido Convergência e União (CeU), de Artur Mas, a Esquerda Republicana Catalã (ERC), de Oriol Junqueras, e a Candidatura Unitat Popular (CUP), de David Férnandez.

Como o leitor saberá decerto, os dois maiores partidos espanhóis, mas não maioritários na Catalunha – Partido Popular, de Mariano Rajoy, no governo de Madrid, e PSOE, na oposição –, são partidos monárquicos (o PSOE monárquico, imagine-se!) e não apoiam a independência da Catalunha, como aliás não apoiam também as independências inevitáveis do País Basco e da Galiza.

mapamanifestacaocatalunha01

O que a colossal manifestação de anteontem trouxe de novo em relação às duas Diadas dos dois anos anteriores – além do gigantismo da movimentação – é que, desta vez, convergiram na rua o movimento independentista com os múltiplos movimentos políticos, sociais e culturais da esquerda catalã, o que augura uma vitória mais próxima.

A luta pela independência do povo irmão da Catalunha contará sempre com o apoio incondicional do povo irmão de Portugal.



Espártaco


Partilhar

Adicionar comentário


Código de segurança
Actualizar

Está em... Home Internacional CATALUNHA - Grande Vitória na Luta pela Independência