Partido

Os Ocultistas

O Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses tem um grande historial no que concerne à luta de morte travada entre as duas linhas claramente antagónicas: A linha vermelha revolucionária e a linha negra contra-revolucionária e anti-partido.
A linha vermelha revolucionária tem lutado pela vida do Partido e pelo objectivo supremo do proletariado - a revolução comunista. Nos últimos meses, a linha vermelha revolucionária tem-se defrontado com inúmeros obstáculos e ataques, que tem conseguido vencer, mas que, naturalmente, se traduzem em atrasos nas tarefas que temos pela frente. Contudo, tem também conseguido  pequenas vitórias, como:

•   Marcação do I Congresso Extraordinário do Partido para 18 de Setembro de 2020;
•   Organização de uma sessão Evocativa do camarada Arnaldo Matos;
•  Publicação de dois livros (O Comunismo no Século XXI e Reorganizar O Partido do Proletariado – Necessidade histórica e tarefa central dos comunistas portugueses), promovendo o estudo e o debate político com vista à realização do Congresso e não o ataque pessoal como a clique cisionista tem feito e pretende continuar a fazer;
•   Manutenção do Luta Popular on line, apesar dos ataques pessoais da clique a um dos redactores, que assina, sem qualquer problema os seus textos;
•   Impedir que a penhora fosse executada por recusa consciente  da intervenção de dois advogados do Partido, que se dizem o supra-sumo da esquerda: um, Carlos Paisana, disse-se incompetente para representar o Partido e o outro, Horácio Coimbra, abandonou a acção a meio!
•    Constituição, consolidação e refundação de alguns comités distritais, e em particular o de Lisboa, um comité muito importante para a o reforço organizativo do Partido, e relativamente ao  qual o camarada Arnaldo Matos já havia chamado a atenção para a sua rápida constituição.

É claro que os ocultistas, ao assistirem a isto, começam a ficar preocupados, pois, como temos podido constatar, os planos dessa pandilha têm corrido mal, mas ainda assim continuarão a persistir nos seus ataques e vão tentar de tudo e mais alguma coisa para pôr em marcha o seu  plano. Aproveito para apelar a todos os camaradas que estejam atentos, agindo sempre com clareza comunista e sem omitir nada. Digam o que pensam, mas nos locais próprios, e nunca entrem no campo do insulto pessoal.
O nosso saudoso camarada Arnaldo Matos, por diversas vezes, disse que no nosso Partido, o partido dos genuínos comunistas marxistas portugueses não é proibido existirem opiniões diferentes entre os camaradas. Aquilo que é proibido é precisamente haver opiniões diferentes e escondê-las, e só manifestar esses pontos de vista contrários de forma oportunista, promovendo a cisão. Por esse motivo, a clique teleguiada por Carlos Paisana e agora representada por um “assassino” dos Estatutos do Partido chamado Alberto Lopes, na minha opinião, tem a denominação de “Os Ocultistas”.
Examinemos o caso do liquidacionista Alberto Lopes e dos demais que integram esse grupelho, e que, pelos vistos, deve ser o grupelho descendente de Garcia Pereira e Conceição.
Qualquer pessoa não muito instruída, ao ler os Estatutos do nosso Partido, repara que só é militante quem milita numa organização, paga quota mensal, segundo as suas possibilidades monetárias e financeiras, não é? Nos Estatutos também lá está presente que devemos defender até ao último sopro de vida os segredos do Partido, não devemos urdir intrigas nem maquinações, não é?  Os Estatutos dizem isso tudo, de forma muito clara e objetiva. Aconselho o Lopes a ler com toda a  atenção os Estatutos, e muito devagar o capítulo que se refere aos Princípios de Organização do Partido. Neste momento, e dado o seu comportamento e métodos utilizados, considero que o Lopes não foi digno de ser convidado a integrar o Comité Distrital de Lisboa. Um camarada  que assim se comporta não pode pertencer a um Comité Distrital do Partido.
Para a clique cisionista, agora confiante que pisa terreno seguro devido à ausência física do fundador, os Estatutos não existem, em especial para os demissionários que ou nunca pagaram ou deixaram de pagar quota, tentando assim sufocar e destruir o Partido ao não contribuir com os fundos que servirão a revolução, com a excepção da camarada Regina que continua a pagar a quota mensal. E também outros há, como o porta-voz da clique, Alberto Lopes, que usa as redes sociais para revelar o conteúdo das reuniões do Partido. E lança a intriga e confusão ao fazer correr que será proibido de estar no  Congresso. Ele lá sabe…
O porta-voz da clique apelou à violência física dizendo “que havia sido realizada uma reunião por vídeo-conferência, pois alguns camaradas tinham a ideia que iam levar com uma cadeira pelos cornos abaixo”, já vemos que tipo de pessoa é Alberto Lopes, à falta de razão e argumentos pretende agir de forma anarquista e violenta.
Mas, talvez fosse ele que levasse com uma cadeira pelos cornos abaixo, pois o Comité Central de que também sou membro não vai permitir atitudes deste tipo.
Tendo em conta isso, podemos perceber e entender muito bem o que  “os ocultistas” querem: destruir o Partido. A clique liquidacionista é cobarde, porque sabemos que em vida do camarada Arnaldo Matos, nunca teriam a hombridade de lhe dizer o que dizem e muito menos iriam colocar os seus planos em prática, pois logo que o nosso camarada soubesse, correria com todos eles  para fora das fileiras do Partido.
Para derrotar a clique, devemos seguir os ensinamentos do querido camarada Arnaldo Matos, que são: constituir comités e células do Partido em todo o território nacional, trabalhar e agir sempre de forma organizada, estudar o marxismo e aplicá-lo em tudo! Se seguirmos o seu exemplo vamos vencer!
De facto, concordo com o camarada Carlos Pacheco, a palavra de ordem que se impõe é Organizar, Organizar, Organizar!
VIVA O PARTIDO!
VIVA A LINHA VERMELHA REVOLUCIONÁRIA!
MORTE À LINHA NEGRA ANTI-COMUNISTA!
VIVA O MARXISMO E O COMUNISMO!
RUMO AO I CONGRESSO EXTRAORDINÁRIO DO PARTIDO DE 18 DE SEMTEBRO DE 2020!
HONRA AO CAMARADA ARNALDO MATOS!
13/04/20  

José Afonso Lourdes

pctpmrpp 01

Partilhar
Está em... Home Partido Os Ocultistas