CANDIDATURA DO PCTP/MRPP OPÕE-SE A QUE O NOVO HOSPITAL CENTRAL DO FUNCHAL SEJA UM NEGOCIO PRIVADO DO PSD

O PCTP/MRPP foi o primeiro Partido a definir, clara e abertamente, o que devia representar para a Região o Novo Hospital Central do Funchal e a urgência da sua construção. 

Este Hospital, no entender do PCTP/MRPP, tal como aliás constou do seu programa às anteriores eleições regionais, não devia constituir mais uma unidade de tratamento de doenças e de cuidados de saúde da população, mas ser visto como um instrumento do reforço da autonomia política, económica e cultural da Região – o que quer dizer que, no campo da saúde, a Madeira deve bastar-se a si própria, não podendo ficar dependente da metrópole, nem da União Europeia, nem das regiões políticas atlânticas e africanas vizinhas.

Por isso, para que o Novo Hospital Central do Funchal não fosse um mero lugar de prestação de um serviço regional de saúde, a sua concepção e construção deveriam ter sido objecto de uma vasta, alargada e profunda discussão política.

Essa discussão deveria ter envolvido o mais amplo e minucioso debate democrático de maneira a que, depois da construção e com a entrada em funcionamento do Novo Hospital Central do Funchal, a nossa Região Autónoma pudesse seguir novos rumos no progresso económico, social e cultural.

Desgraçadamente, nada disso sucedeu. O que nunca devia ter sido uma obra partidária, está a transformar-se num negócio do PSD, logo na definição do projecto do Hospital.

E, mesmo quanto à sua construção, o Ministério Público que se previna...

Funchal, 02SET19

 

A Candidatura do PCTP/MRPP à Assembleia Legislativa da Madeira

Partilhar
Está em... Home REGIONAIS MADEIRA 2019 CANDIDATURA DO PCTP/MRPP OPÕE-SE A QUE O NOVO HOSPITAL CENTRAL DO FUNCHAL SEJA UM NEGOCIO PRIVADO DO PSD