Partido

Depois Dos Incêndios As Minas A Céu Aberto!...

Que País É Este?

São passados dois anos sobre os primeiros incêndios do trágico ano de 2017; com mais de uma centena de mortos, milhares de hectares de área ardida e centenas de casas destruídas! E, para o mesmo governo de incompetentes e assassinos, sem um pingo de vergonha nas fuças, hoje tudo está muito melhor…1r

Com efeito!...

As panças e as contas bancárias dos administradores dos Fundos de socorro às vítimas dos incêndios, desviados do destino, estão mais anafadas;

Os negócios, entre o Estado defensor e bom administrador dos interesses da classe dominante, tendo decorrido até agora sem sobressaltos, graças à prestimosa colaboração dos partidos oportunistas PCP, BE, Verdes, muletas do actual governo, vão de vento-em-popa;

2lAtente-se nos milhões de Euros pagos pelo Estado às operadoras de telecomunicações Altice e Motorola em nome da nacionalização do SIRESP, que outra coisa não é senão mais uma negociata em favor dos interesses estratégicos das empresas que comandam o sector das telecomunicações;

Também os terrenos atingidos pelos incêndios, graças à política de desertificação do país posta em prática, ficaram à mercê do saque…, sendo mais facilmente alvo de prospeção e futura exploração pelas empresas mineiras agora na corrida ao lítio…

E, são várias as situações que levam as populações a interrogar-se sobre as estranhas coincidências que envolvem os incêndios de 2017, por exemplo na serra da Argemela no concelho da Covilhã, e em Oliveira do Hospital, entre outros lugares, onde as zonas de pedidos de prospeção efectuados pelas empresas ligadas à mineração coincidem com as áreas ardidas!...

Como nos seus tuítes que aqui republicamos, a propósito dos incêndios de 2017, perguntava o clarividente e incansável combatente, Camarada Arnaldo Matos: Que País é este?

19JUN19

                                                                                             Viriato

Partilhar
Está em... Home Partido País Depois Dos Incêndios As Minas A Céu Aberto