Partido

 Incêndio no Bairro da Torre, em Camarate 

Barracas Ardem no Município de Loures, Presidido pelo PCP 

1Um incêndio deflagrado hoje às 01H00 no Bairro da Torre, em Camarate, no concelho de Loures, destruiu cinco das dezenas de barracas situadas naquele bairro junto ao aeroporto, desalojando treze famílias e obrigando a assistência médica dois moradores.
Neste amontoado de barracas de chapa e sem água nem luz, em que as condições de vida são totalmente degradantes e miseráveis, dezenas de crianças convivem diariamente com ratazanas e toda a espécie de imundícies.
Tudo isto se passa numa freguesia – a da União das Freguesias de Camarate, Unhos e Apelação – presidida pelo PS e num município - o de Loures - cuja câmara é presidida pelo social-fascista Bernardino Soares do PCP, agora no segundo mandato consecutivo.
Como é sabido, o PCP é o partido que há mais tempo tem estado à frente da câmara de Loures, repartindo as responsabilidades de gestão desta câmara com o PS e, na última vereação de Bernardino, com o PSD.
O social-fascista Bernardino Soares e o PCP são os únicos responsáveis por este incêndio e pela continuação de bairros de barracas, cuja existência não só não eliminaram como têm tentado escamotear.
Os moradores destas barracas, na sua maioria de origem africana, têm insistentemente denunciado a miserável situação em que são obrigados a viver, reclamando, desde o Inverno de 2016 e, pelo menos, em termos imediatos, o restabelecimento das poucas ligações de electricidade que a EDP cortou nessa altura. Mas nem isso.
Também os Bombeiros Voluntários de Camarate, como agora denunciou o seu Comandante 2Luís Martins, vêm sistematicamente alertando a câmara de Bernardino Soares para a necessidade de pôr termo à situação degradante em que ali vivem e trabalham os moradores deste bairro e para os focos de doenças e incêndios como o que agora ocorreu.
Mas o presidente da câmara, o social-fascista Bernardino Soares, mais preocupado em que o PCP vá aprovando os orçamentos de estado e continue a segurar o PS no governo de direita de António Costa, mostra-se totalmente indiferente a esta miséria que grassa no município de que é responsável máximo.
Nem às recomendações da Relatora Especial da ONU, Leilani Farha, que visitou o bairro em 2016, e ficou indignada com o que viu, o ex-líder parlamentar do PCP foi sensível.
Afinal, em matéria de habitação, que diferença existe entre esta política e a dos despejos de Cristas e do CDS?

22JUL18                                                                                                                                                                                     Carlos Paisana     

Partilhar
Está em... Home Partido Incêndio no Bairro da Torre, em Camarate