Partido

Os Liquidacionistas e as Sedes do Partido

O caso da sede de Coimbra

Quando da jornada de agitação e propaganda relativa ao naufrágio do arrasto Veneza (comunicado da autoria do camarada Arnaldo Matos e publicado no Luta Popular Online), levada a cabo pelo Partido junto dos familiares das vítimas do naufrágio, bem como pescadores e elementos do povo de Ribamar, concelho da Lourinhã, e ainda em Peniche e Figueira da Foz, contou a brigada com um amplo apoio e desencadeou  um debate e discussão sobre as consecutivas tragédias marítimas que têm vitimado vários operários do mar, surgindo  também   referências às justas posições do Partido e à sua organização.

Destacamos, aqui, uma denúncia de extrema importância pela gravidade da mesma, feita por um arqueólogo, o qual nos relatou que, quando em serviço relacionado com a construção do metro Mondego se deparou com a sede do PCTP7MRPP em Coimbra completamente abandonada, num prédio em ruínas, com diverso material, nomeadamente documentos e edições do Partido, a maioria de autoria do camarada Arnaldo Matos, e que, segundo ele, teve como fim o lixo.

Ora, na altura, o Partido, no distrito de Coimbra, tinha como um dos dirigentes o canalha João Paz que, conjuntamente com a sua comparsa Isabel Costa se bandeou completamente com a corja de traidores liquidacionistas, encabeçada pela dupla Garcia Pereira e Conceição Franco .

A destruição da sede do Partido em Coimbra é mais um exemplo de como estes liquidacionistas, que se diziam comunistas, mas que rapidamente se passaram para as fileiras do PS e de outros partidos traidores da classe operária,  num estado de completa degenerescência ideológica, tinham como objectivo a destruição do Partido e da sua organização, impedindo o trabalho de agitação e propaganda e de ligação às massas.

Abaixo os liquidacionistas!

Morte ao revisionismo!

Pelo reforço das sedes do Partido!

Pela reorganização do Partido!                

Paisana/Maria Paula


 

 

 

 

 

 

 


Partilhar

Adicionar comentário


Código de segurança
Actualizar

Está em... Home Partido Os Liquidacionistas e as Sedes do Partido O caso da sede de Coimbra