Partido

 

Uma vez mais: O que é o Luta Popular Online?

Agora que os comunistas portugueses estão a obter importantes sucessos na sua luta contra os liquidacionistas, com vista à refundação de um partido marxista revolucionário proletário, aumentou a colaboração dos militantes e simpatizantes do Partido para o Luta Popular Online.

Isso obriga-me a vir aqui uma vez mais explicar aos nossos leitores o que é o Luta Popular Online e qual é o tipo de colaboração que deles esperamos e desde já lhes agradecemos.

O Luta Popular Online é o jornal político de âmbito nacional do Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP). Por enquanto, sai em suporte digital, mas a intenção do Comité Central do Partido é a de editá-lo em suporte de papel, assim que se acharem reunidas as condições políticas, económicas, técnicas e organizativas para tanto.

Isto significa que as posições políticas a que o Partido se vincula e que defende em todo o país, como posições comunistas do proletariado revolucionário, são unicamente as que tiverem vindo a público no Luta Popular Online e constarem de resoluções do Congresso ou dos órgãos dirigentes do Partido.

Ninguém no Partido, nem nenhum militante fora dele, pode defender publicamente posições políticas diferentes das que aparecerem no Luta Popular Online e a partir do momento em que aí apareçam.

Claro está que qualquer militante do Partido pode suscitar na sua célula a discussão da linha política do Partido em qualquer matéria, excepto quanto às que forem aprovadas em Congresso.

Os militantes do Partido observarão os princípios do centralismo democrático, tal como constam dos Estatutos do Partido.

Durante muito tempo, o Partido não dispôs de um órgão político de âmbito nacional, de modo que a camarilha anti-comunista e liquidacionista de Conceição Franco e Garcia Pereira seguiam e impunham aos militantes do Partido a linha política que entendiam, a respeito de cada questão concreta, sem nenhuma discussão ou decisão prévias.

Apesar dos muitos esforços e empenhada dedicação do saudoso camarada Orlando Alves, que durante muitos anos arrostou sozinho com a publicação mensal do Luta Popular em suporte de papel, a camarilha franco-pereirista nunca respeitou as suas orientações políticas, quase sempre justas, ignorando a existência desse jornal político nacional.

Nos últimos cinco anos, período da existência do Luta Popular Online sob a direcção de Paisana, nunca se impôs ao Partido nem a linha política geral, nem as diversas linhas políticas específicas para cada luta ou combate políticos em concreto.

Os liquidacionistas isolaram o Partido das massas operárias e populares e seguiram a linha reaccionária que mais convinha ao capitalismo e ao imperialismo.

Em vez de apoiarem o jornal político nacional do Partido e aplicarem as suas justas políticas ao movimento das massas operárias e populares, os anti-comunistas primários franco-pereiristas tomaram as suas decisões reaccionárias nos blogues e facebuques das chamadas redes sociais, onde ainda hoje pastam como carneiros reaccionários que nunca deixaram de ser.

Notem bem os nossos leitores: para cada luta em concreto e para o movimento comunista operário no seu conjunto, tudo estará especificamente definido no Luta Popular Online. Se quiserem ver as cadelas dos liquidacionistas, e as abundâncias asquerosas das meninas de Odivelas, isso é nas redes sociais da canalha franco-pereirista, não é aqui.

Acontece todavia que, a propósito da luta dos taxistas portugueses contra a multinacional norte-americana Uber, houve dois militantes do Partido, inscritos como tal, que se adiantaram – aliás fora das suas células onde há muito não fazem nenhum trabalho político que se veja – com tomadas de posição políticas que não correspondem às posições políticas oportunamente adoptadas pelo Partido, designadamente através de comunicados.

Esses dois indivíduos foram já afastados do Partido, como liquidacionistas encapotados e sabotadores.

Ficamos pois desde já entendidos: para a linha geral da acção do Partido e para as linhas específicas concretas, tudo vem definido no Luta Popular Online, pois é o jornal político de âmbito nacional do PCTP/MRPP.

A redacção do jornal sobre questões de direcção política, teórica, ideológica ou organizativa não aceita contribuições de camaradas a quem não as haja solicitado e, por conseguinte, não se compromete a publicá-las. Esta atitude não conflitua com o direito que têm todos os militantes de se dirigirem ao Comité Central do Partido e aí levantarem os problemas que acharem dever ser suscitados.

O que a redacção do Luta Popular Online pede e desde já agradece são as correspondências das fábricas, das freguesias, regiões, concelhos, distritos e sectores de actividade, de modo a poder, com base nelas, estar em condições de denunciar tudo o que se passa no país.

Porém, mesmo quanto às correspondências, a redacção reserva-se o direito de lhes dar a forma que melhor entender.

Mas o Luta Popular Online é também o órgão central do Partido, ou seja, é também, e por isso mesmo, o propagandista, agitador e organizador colectivo do PCTP/MRPP, do partido comunista marxista-leninista proletário.

Tem sido difícil, mas podemos congratularmo-nos com o facto: o Partido está de regresso à sua organização celular e aos princípios do centralismo democrático. Estamos a pôr de pé um quartel-general revolucionário do proletariado.

Os militantes e organizações do Partido com publicações nas redes sociais – facebook, twitter, blogue, jornais online, etc. – devem estudar o assunto à luz da última resolução do Partido sobre essa matéria e aplicar sem hesitação as directivas definidas. A orientação é muito precisa: traçar uma clara linha de demarcação entre os interesses do proletariado e os interesses da burguesia no espaço web.

04.05.2016

 

Arnaldo Matos

 

 


Atenção, Partido!

Burro é um agente das polícias secretas. Cortar toda e qualquer comunicação com o animal. Está a viver presentemente em Loures. Todas as notícias sobre a besta devem ser imediatamente comunicadas ao secretário da vossa célula.

 

10.05.2016

V



Partilhar

Adicionar comentário


Código de segurança
Actualizar

Está em... Home Partido Organização Uma vez mais: O que é o Luta Popular Online?