EDITORIAL

Ali Babá e o Negócio da Torre das Picoas

 

                                                                                         Arnaldo Matos

1.º

Era uma vez a construção da Torre das Picoas, na Av. Fontes Pereira de Melo, em Lisboa, só agora sob averiguação criminal do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) da capital, quando a Torre já está erguida.

2.º

Chamava-se Armando Martins o dono do lote que queria edificar a Torre das Picoas com 20.000 m2 de construção, mas a Câmara de Lisboa, nas mãos de António Costa, Fernando Medina e Manuel Salgado, negou. 

3.º

Invocando o PDM da cidade, a Câmara só autorizava a edificação de uma Torre com 14.000 mde construção. 

4.º

É então que aparece um Espírito Santo, primo do Manuel Salgado, que aconselha o Armando Martins a contrair no BES (Banco Espírito Santo) uma hipoteca de 15 milhões de euros sobre o lote. 

5.º

Impossibilitado de construir a Torre com a área que pretendia, de alterar o PDM e de pagar a hipoteca, Armando Martins vende o lote ao BES por 1 euro, uma vez que já tinha recebido do banco, contra hipoteca do lote, 15 milhões de euros.

6.º 

Tendo Armando Martins ficado sem o lote, que saltou para propriedade do BES, a Câmara de António Costa, Fernando Medina e Manuel Salgado, este primo do Espírito Santo, mandou rever o Plano Director Municipal (PDM) da capital as vezes que foram necessárias até permitir à Torre uma área construtiva de 24.000 m2  

7.º  

Revisto o PDM, a Câmara autorizou então a edificação da Torre das Picoas com 24.000 mde construção!… Mais 10.000 m2 do que a área inicialmente autorizada. Mas o beneficiário era outro!... 

8.º  

Manuel Salgado, arquitecto responsável pelo pelouro do urbanismo de Lisboa, é primo de Ricardo Salgado, o qual foi noutro tempo o DDT (Dono Disto Tudo).  

9.º 

Manuel Salgado está também ligado a outra venda misteriosa ao Hospital da Luz, não por acaso também do BES, do terreno onde assentava o Quartel do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa…  

10.º 

Será a Torre das Picoas um dos motivos por que há tanta gente a pedir a recondução da actual procuradora-geral da República no cargo por mais 6 anos?  

11.º 

Informo os leitores desta história das mil e uma noites lisboetas que António Costa, Fernando Medina e Manuel Salgado não estão presos.

Editorial constituído com os tuíteres publicados sobre a matéria.

CG

Partilhar
Está em... Home Editorial Ali Babá e o Negócio da Torre das Picoas