CULTURA

A economia da miséria

A economia da miséria


Não há capital
sem trabalho
Mas há trabalho
sem capital.

Sem trabalho
O assalariado
À traição vil
Dos canalhas
Dos sainhas
Do patrão!

Não há capital
sem trabalho
Mas há trabalho
sem capital.

Sem trabalho
E sem traição
Morre o capital
Na forçada míngua
Da miséria
Que o sustém!

Não há capital
sem trabalho
Mas há trabalho
sem capital.

Força de trabalho
É unha com carne
Com homem e mulher!
É factor de produção
Mas nem é máquina
Nem armazém!

Não há capital
sem trabalho
Mas há trabalho
sem capital.

Sem trabalho
E sem traição
Morre o capital:
Forcemo-lo à míngua
E recusemos a miséria
Que o sustenta!

Não há capital
sem trabalho
Mas há trabalho
sem capital!

6 Fev 2021

Pedro

pctpmrpp

Partilhar
Está em... Home Cultura A economia da miséria