CULTURA

A Forja da Revolução

A Forja da Revolução

A fábrica é a forja d`onde sairão

Baionetas

E fuzis

E, os estandartes a Revolução.

 

Como trigais ondulantes

Aos ombros dos proletários

Marchando

Ao som dos tambores…

 

Quais pétalas de rosas se soltando

Dançando

Um canto de fogo

- “Ode Heroica” para um mundo novo!

 

Oh! Ventura das Revoluções,

Desígnio fatal d`um devir perpétuo

Que o movimento dialéctico

Transformará

Em pontas de lança afiadas

Cravadas

No corpanzil dos vilões!

20JUN17

José Cruz


 

 

 

 

 

 

Partilhar

Adicionar comentário


Código de segurança
Actualizar

Está em... Home Cultura A Forja da Revolução