CULTURA

Sombras e petardos Poemas mínimos 2

Sombras e petardos

 

Poemas mínimos

 

X

Auto retrato

Sou poeta,

Sou vagamundo,

Teso que nem um carapau.

Comunista para mudar o mundo,

Mação para ser fraternal.

Sou livre e de bons costumes,

Também tenho um avental.

 

XI

Um pássaro negro

Rompeu a janela do tempo

E rondou a minha caminhada.

Está chegando o dia

De romper a janela e tornar-me pássaro.

De qualquer modo voarei,

Não sei para onde, mas voarei.

 

XII

É proibido amar

Sem pagar imposto,

Sem pagar imposto

É proibido amar.

É proibido amar

Sem pagar imposto,

Sem pagar imposto

É proibido amar.

07.03.2017

João Camacho

 

 

Partilhar

Adicionar comentário


Código de segurança
Actualizar

Está em... Home Cultura Sombras e petardos Poemas mínimos 2